sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

'The X-Files' - Mudança da ordem de exibição dos episódios prejudicou a compreensão das tramas da 10a. temporada! - Marcos Doniseti!

'The X-Files' - Mudança da ordem de exibição dos episódios prejudicou a compreensão das tramas da 10a. temporada! - Marcos Doniseti! 
Em 'My Struggle', Tad O'Malley e o Médico fizeram com que Mulder se tornasse um cético em relação a fenômenos paranormais e aos alienígenas, acreditando ter sido enganado pelo Governo durante todos os anos em que trabalhou nos 'Arquivos-X'. 
Para mim, a mudança da ordem de exibição dos episódios prejudicou o desenvolvimento de várias tramas importantes nesta temporada de 'Arquivos-X'. 

Exemplos: 

1) A maneira como o Mulder passa de cético para crente, novamente, é totalmente incoerente na sequência de exibição que o C.Carter escolheu. 

Mulder se torna um cético em 'My Struggle', devivo a tudo o que o Tad O'Malley lhe disse e mostrou para ele, bem como em função do que o Médico também lhe falou. 

Esse Médico é o mesmo que participou da operação de resgate em Roswell, em 1947, e que se tornou o mais novo informante de Mulder.

Depois, Mulder volta a ser em crente em 'Founder's Mutation', episódio no qual ele já voltou a elaborar teorias de conspiração, como aquela que envolve o Dr. Goldman e o Departamento de Defesa em um projeto de manipulação genética destinado a criar seres humanos mais poderosos e evoluídos. Como a Scully e o Mulder dizem, toda espécie nova começa com uma Mutação Fundadora. A diferença em relação ao que aconteceu há centenas de milhares de anos atrás é que, agora, isso está sendo feito pelo próprio ser humano. 

Daí, o Mulder volta a querer acreditar em fenômenos ''ineXplicáveis' no episódio do Homem-Lagarto e, inacreditável, ele vira cético de novo em 'Home Again'.

Haja doideira...
Em 'Founder's Mutation', Mulder voltou a elaborar teorias de Conspiração que envolvem o Governo (Departamento de Defesa) com a clínica do Dr. Goldman (Nugenics), que desenvolve um projeto de manipulação genética que visa criar uma espécie humana mais poderosa e evoluída.
2) Outra coisa: 'Home Again' é o 2o. episódio e é nele que se introduz o William na nova temporada, sendo que isso é aprofundado em 'Founder's Mutation' (que é o 5o. episódio dessa mini-temporada) com o Mulder e a Scully imaginando como teria sido a vida com o filho e demonstrando quais são os seus maiores temores a respeito do mesmo: Scully teme que William seja um ET e Mulder tem medo que o filho seja sequestrado, tal como aconteceu com a Samantha. 

Assim, as mudanças feitas pelo C.Carter foram péssimas, para dizer o mínimo, e prejudicaram significativamente a compreensão de duas histórias importantes que se desenvolvem nesta mini-temporada de 'Arquivos-X': a da introdução e possível volta de William e a recuperação, gradual, da vontade de Mulder em querer acreditar em fenômenos paranormais, sobrenaturais e em alienígenas. 

Tudo isso pode ser perfeitamente compreendido quando se analisa, com mais detalhes, a postura do Mulder durante o episódio 'Home Again'. 

Vocês notaram como o Mulder adotou uma postura totalmente cética neste episódio, que é o segundo na ordem original de exibição? Notem que ele é perfeitamente coerente com o episódio anterior, 'My Struggle', e com o episódio posterior (do Homem-Lagarto), no qual ele começou o seu processo de desejar acreditar em fenômenos 'ineXplicáveis' novamente. 

O caso investigado por Mulder em 'Home Again' era um clássico 'Arquivo-X' e, mesmo assim, ele não apresentou uma única teoria, durante todo o episódio, que fosse ligada ao fenômeno paranormal ou sobrenatural para tentar explicar o que estava acontecendo. 
No terceiro episódio desta temporada, sobre o Lagarto Humano, Mulder começa o mesmo sendo um cético e termina querendo acreditar novamente em fenômenos paranormais e alienígenas. Mas, estranhamente, no episódio seguinte que a Fox exibiu, 'Home Again', ele voltou a ser cético novamente... 
E olha que ele teve várias oportunidades para fazer isso, inclusive no final, quando o Trashman matou o Landry de forma extremamente incomum, como sempre ocorre em 'X-Files'. 

E esse ceticismo do Mulder explica a sua postura totalmente apática e passiva durante o episódio. A situação chegou a um ponto tal que o personagem que explicou o que estava acontecendo não foi o Mulder, mas o próprio artista (o 'Lixeiro') que criou o Trashman. Inclusive, o Mulder chegou a questionar a teoria do 'Lixeiro', que era semelhante ao caso investigado por ele e Scully em 'Arcadia' (6X15), quando ele era queria acreditar nos casos dos 'Arquivos-X'. 

Agora, questiono: Como ele pode ter adotado essa postura cética, em 'Home Again', se, como vimos no episódio anterior, ele ficou grato ao 'Homem-Lagarto' por que este fez com que ele tivesse vontade de, novamente, querer acreditar nestes fenômenos ineXplicáveis? 

Isso é totalmente incoerente, certo? 

Mas isso somente aconteceu porque o C.Carter, equivocadamente, alterou a ordem de sequência dos episódios. 

Com isso, a compreensão de todo o processo de retomada das crenças do Mulder nos fenômenos ineXplicáveis, nos 'Arquivos-X', foi muito prejudicado. 
Chris Carter modificou a sequência de exibição de 3 episódios, ou seja, de metade da 10a. temporada de 'Arquivos-X', dificultando a compreensão de tramas importantes que estão sendo desenvolvidos na mesma. Isso não se faz, 'tio' C.Carter...
Aliás, a sequência correta dos episódios é a seguinte: 

1) My Struggle; 
2) Home Again; 
3) Mulder e Scully Meet the Were-Monster; 
4) Babylon;
5) Founder's Mutation; 
6) My Struggle (parte 2). 

Sugiro que, após o término da temporada, vocês assistam aos episódios nesta sequência (que é aquela que segue corretamente a cronologia com a qual eles foram produzidos e roteirizados) e vocês irão perceber como ela é muito mais lógica e coerente do que essa sequência absurda que o C.Carter inventou.

Vejam as mudanças que C.Carter fez na sequência de exibição dos episódios da 10a. temporada do seriado: 

1) 'Founder's Mutation' era o 5o. episódio e virou o 2o.; 
2) 'Home Again' era o 2o. episódio e virou o 4o.; 
3) 'Babylon era o 4o. episódio e virou o 5o. 

Cada episódio tem um código de produção e o mesmo indica a sequência em que cada um deles foi roteirizado e produzido. E C.Carter mexeu na sequência de 3 episódios, ou seja, de metade da temporada, que são os três citados acima. 

Olha a prova aqui (vejam em 'Prod. Code'): 


https://en.wikipedia.org/wiki/The_X-Files_(season_10)
Em 'Home Again', Mulder estava tão cético que a explicação sobre o que aconteceu no episódio foi dada pelo Lixeiro, o criador do Trashman, que explicou que o assassino era um Tulpa. E mesmo essa explicação foi contestada pelo Mulder, embora ele acreditasse nela quando investigou um caso que também envolvia um Tulpa (episódio 'Arcadia' - 6X15). 

Vídeo - Episódio 'Founder's Mutation':





Vídeo - Trecho de "Arcadia" (6X15) 



2 comentários:

Anônimo disse...

Tudo me parece uma questão meramente comercial, para adquiri novos fãs.

Marcos Doniseti disse...

Discordo.

Se fosse para conquistar novos fãs, ou seja, atrair pessoas que nunca assistiram ao seriado, C.Carter não teria produzido uma temporada na qual há inúmeras e variadas referências às temporadas, histórias e Mitologias antigas.

Aliás, tais referências somente são identificadas e compreendidas por quem é fã antigo do seriado e já assistiu a todos os episódios e filmes de 'Arquivos-X'.

É literalmente impossível compreender as tramas da 10a. temporada (mini-temporada, de fato) sem assistir a todos os 202 episódios das 9 temporadas e aos dois filmes.

Se esta temporada estivesse sendo produzida para atrair novos fãs, C.Carter teria desenvolvido tramas novas, zero km, sem nenhuma conexão com as antigas.

E ele também teria dado prioridade para explicar, detalhadamente, como se desenvolveu o relacionamento entre Mulder e Scully, o que também não aconteceu. Existem até referências a este relacionamento (como no caso de William), mas uma explicação minuciosa sobre o mesmo não foi feita, não.

Quem deseja saber como se desenvolveu o relacionamento entre Mulder e Scully tem que, obrigatoriamente, assistir tudo da série.

Convenhamos: Obrigar as pessoas que nunca viram a série a assistir 202 episódios e 2 filmes não é a melhor estratégia para conquistar novos fãs.