domingo, 20 de maio de 2012

'Fringe': Afinal, qual é a origem dos Observadores? - por Marcos Doniseti!

'Fringe': Afinal, qual é a origem dos Observadores? - por Marcos Doniseti!


Um dos temas mais comentados, nas redes sociais, pelos fringemaníacos, é a questão da origem dos Observadores. 

Nesta quarta temporada, recentemente encerrada, felizmente tivemos mais informações a respeitos dos mesmos, sobre os quais sabíamos muito pouco até o fim do terceiro ano da série. 

Entre as principais informações sobre os mesmos, podemos citar as seguintes:

1) Eles são a Humanidade do futuro, altamente evoluída cientifica e tecnologicamente. O September chegou a dizer para o Peter que eles são cientistas. A origem humana dos Observers também foi comprovada pela fala do Walter (pouco antes de conectar as mentes de Peter e do September), que disse que eles tem fisiologia totalmente humana;

2) Eles devastaram com a Terra (poluindo totalmente a água, o ar, aniquilando com os animais) e, no início do século 27 (em 2609 d.C., para ser exato), a vida para os Observers tornou-se insustentável, o que os levou a enviar vários Observers 'exploradores' ao passado do planeta, a fim de se analisar qual seria o melhor momento para uma possível ida deles ao mesmo. 

No caso do século 21, parece que o Observador encarregado dessa tarefa foi o September, que era sempre quem aparecia quando se tratava de dar dicas e informações para Walter, em especial. Com isso, ele criou fortes laços com a Humanidade desta época (há até uma teoria de que aquele Observer-criança que vimos no episódio 'Inner Child' seria o September, mas isso é algo que precisa ser comprovado) e pelo que vimos em 'Letters of Transit', ele foi o único Observer que ajudou aos seres humanos quando estes foram atacados e destruídos pelos Observers vindos do século 27.

O momento escolhido para esse 'retorno' dos Observers (e, assim, conquistando a Terra e aniquilando com quase todos os humanos) foi o do começo do século 21, quando a Humanidade já tinha atingido um certo estágio de desenvolvimento científico e tecnológico, mas ainda se encontrava numa situação inferior à vivida pelos Observers, que são muito mais avançados em ciência e tecnologia;

3) Eles possuem uma série de poderes e habilidades, como: a regeneração de tecidos, leitura de mentes, domínio mental sobre outras pessoas, grande velocidade em seus gestos e movimentos (conseguem neutralizar as balas que são disparadas contra eles, por exemplo; September e August já demonstraram isso; se os demais não o fizeram é porque, talvez, nunca ninguém disparou bala nenhuma contra eles), viajar pelo espaço-tempo, observando os acontecimentos 'in loco', ou seja, no exato instante em que eles ocorrem e apagar pessoas do tempo, por exemplo.

Há uma discussão para saber se todos os Observers possuem tais poderes ou não mas, independente disso, o fato é que diferentes Observadores já demonstraram possuir tais poderes, em algum momento da história de 'Fringe'. Talvez até exista uma hierarquia de poderes entre eles, com alguns sendo mais poderosos do que outros, mas isso é algo que ainda precisa ser devidamente comprovado. 


Também vimos que, para fazer uso de alguns destes poderes, os Observers se utilizam de aparelhos e equipamentos mecânicos-eletrônicos. Exemplo: Quando o September recebeu nova ordem (a qual ele não cumpriu) de apagar o Peter (fato mostrado no início do quarto ano) ele comprou uma série de itens e montou um equipamento, ao qual ele iria utilizar para poder 'apagar alguém do tempo'. 

Aliás, o fato dele, September, ter comprado esses itens do equipamento em pleno início do século 21, mostra que já existem (nesta época) os elementos necessários para desenvolver a tecnologia para apagar uma pessoa do tempo. Porém, tal tecnologia ainda é desconhecida da Humanidade.

Já quando se utilizam do poder de leitura de mentes, não há (aparentemente) nenhuma tecnologia envolvida neste processo, parecendo ser um genuíno e autêntico poder mental que os Observers possuem.

A questão é: Por que os Observers, tendo poderes mentais relevantes, precisariam de tecnologia para poder utilizar vários (ou até muitos...) dos seus poderes? Uma possível explicação para isso é que o uso destes poderes gera muito gasto de energia. Assim, utilizar tais equipamentos seria uma maneira prática de reduzir tal dispêndio de energia. 

E o fato dos Observadores terem, também, sufocado os seus sentimentos e emoções tenha sido feito de propósito, com o objetivo de manter o uso pleno dos seus poderes, sem gastar muita energia, também. 

É interessante notar como os Observers nunca dão risada, nem choram, não sentem dor - vide o que a Jessica Holt falou pouco antes de atirar em September - e o sentimento de amor é extremamente raro entre eles, vide o episódio 'August'. Aliás até um sentido como o paladar quase desapareceu entre eles, tanto que eles tem que colocar 'toneladas' de uma pimenta fortíssima em suas comidas para tentar sentir o sabor das mesmas.


E esse pequeno gasto de energia que eles têm, devido ao uso de uma tecnologia bastante avançada, também ajudaria a explicar porque eles sentem tão pouco a passagem do tempo e, assim, vivem muito mais do que os humanos do início do século 21.

Outra questão importante é: Afinal, qual é a origem dos Observadores? Como já vimos, eles tem origem humana. Quanto a isso, não resta nenhuma dúvida. Mas, qual a sua origem, propriamente falando? Eles seriam descendentes de quem, afinal? Que tipo de ser humano teria gerado os Observadores?


Já apresentei, em textos publicados aqui no blog, duas possibilidades para isso: 

A) Eles seriam descendentes da Olívia cortexiphada, que possui vários poderes e habilidades em comum com eles (a leitura de mentes, por exemplo); 

B) Eles seriam descendentes dos mais de 200 filhos do Dr. Owen Frank, que desejava criar 'um ser humano melhor', ou seja, mais poderoso e mais evoluído e que, para conseguir isso, gerou mais de 200 crianças (da qual ele era o pai) com poderes como o de telepatia. Para conseguir isso, ele manipulou o código genético dessas crianças. 

Porém, entendo que estas duas possibilidades não são as únicas. 

Existem mais duas hipóteses pelo menos, a meu ver, que devem ser levadas em consideração, que são:

1) As crianças cortexiphadas (todas elas e não apenas a Olívia) teriam gerado os Observadores, no futuro da Humanidade. 

As pesquisas e testes de Walter e Bell com essas crianças visava desenvolver poderes e habilidades potenciais do ser humano, que estão inertes no mesmo, promovendo um grande desenvolvimento do seu poder mental. Para isso é que o cortexiphan foi criado e os testes com essas crianças foram realizados. 

E muitas destas crianças desenvolveram os mais variados poderes (leitura de mentes - Simon Philips; transferir e absorver doenças - James Heath; controle de energia - caso da Olívia; etc), mas que geravam um imenso gasto de energia. Vimos isso acontecer com Olívia, recentemente, quando ela foi utilizada por William Bell para gerar a energia necessária a fim de se destruir com os dois Universos e criar um novo. Depois disso, ela estava exausta. Simon Philips (cortexiphado que lia as mentes dos outros) sempre ficava exausto quando usava o seu poder.

E como vimos que os Observers se utilizam do seu poder mental para fazer uso dos seus poderes (com o auxílio da tecnologia e reprimindo os seus sentimentos, mas pelos motivos que já citei aqui, ou seja, de poupar energia), então pode ser que eles venham a ser os descendentes das crianças cortexiphadas. 


2) Os Observadores seriam descendentes dos transmorfos, que William Bell criou. Na Timeline Original, Bell ajudou Walternativo a criar os transmorfos. Já nessa Timeline Reescrita, a guerra entre os dois Universos foi interrompida e, assim, é provável que Bell tenha feito quase tudo sozinho, criando os transmorfos sem a colaboração de outros (talvez de Jones). 

Nesta quarta temporada, vimos que Jones (e Bell, portanto) usaram dos transmorfos para levar adiante os seus planos. E eles conseguiram (isso foi mostrado logo no início da temporada) criar um transmorfo que era idêntico a um ser humano até a última célula, sendo que a única forma de se descobrir isso era fazendo uma cirurgia para encontrar o HD dos transmorfos e, daí, fazer a leitura e interpretação dos dados contidos no mesmo. 

Além disso, vimos que vários dos transmorfos se tornaram cientistas, que faziam testes e pesquisas a fim de completar o seu processo de transformação em seres humanos. E o que foi que o September disse para o Peter, mesmo, a respeito dos Observers? Que eles são... cientistas. 

Então, é possível que estes transmorfos (que se tornaram humanos, tendo uma fisiologia humana e com células idênticas às dos seres humanos) tenham evoluído e ampliado consideravelmente os seus poderes até resultar no surgimento dos Observers.

Repito: Tudo isso são possibilidades e, talvez, uma delas venha a se confirmar. Ou não. 

Quem decidirá isso, no fim das contas, são os produtores e roteiristas do seriado.

Agora, vamos pensar em uma outra possibilidade, que está diretamente relacionada com todas essas que apresentei aqui, e que é a seguinte:

E se as crianças cortexiphadas crianças por Walter-Bell, os filhos geneticamente modificados do Dr. Owen Frank e os transmorfos criados por Bell deram origem a Humanidades distintas e que entraram 'em guerra' no futuro da Terra, visando controlar o planeta?

E se os Observers, na Timeline mostrada em 'Letters of Transit', foram os vencedores desta 'guerra', travada entre estas diferentes Humanidades, dominaram o planeta, o devastaram no século 27 e, daí, vieram ao século 21 para conquistá-lo novamente?

Não seria a primeira vez que diferentes Humanidades entraram em choque pelo domínio da Terra, não. E aqui não estou falando sobre 'Fringe', mas da história humana, mesmo. 

É do conhecimento dos cientistas que o homo sapiens e o homem de Neandertal conviveram durante milhares de anos, mas que apenas a primeira espécie sobreviveu. Os neandertais acabaram extintos, embora eles tenham se cruzado com o homo sapiens.

Então, pode ser que algo assim tenha se desenvolvido no futuro da Humanidade, nesta Timeline mostrada em 'Letters of Transit' e que pode não ser o único futuro possível da Humanidade. Aliás, isso foi algo que o September disse para Walter, na terceira temporada. 


September disse que diferentes possíveis futuros da Humanidade estavam em conflito e que ele sabia qual deles seria vitorioso, mas que não podia dizer qual era. 

Ele podia estar, como é provável, se referindo ao conflito entre os dois Universos, que se desenvolveu durante o terceiro ano da série, mas talvez ele já estivesse falando sobre o futuro seguinte, posterior ao fim da guerra entre os dois Universos.

Então, existem elementos na série que apontam para várias possibilidades a respeito da origem dos Observadores e do futuro da Humanidade. 

Vamos ver qual será a escolhida pelos produtores da série e que, inclusive, podem até escolher uma outra, totalmente diferente. 

Porém, independente disso, o próprio Jeff Pinkner (que é um dos dois produtores-roteiristas que comandam a série, junto com Joel Wyman) disse o seguinte a respeito da 5a. temporada de 'Fringe':  

Pinkner: Vocês verão mudanças, mas também irão ver coisas que são familiares, também.

Links:

Olívia teria gerado os Observers? Ou teria sido o Dr. Owen Frank?

http://popeseries.blogspot.com.br/2012/05/fringe-por-que-os-observadores-seriam.html

Homo sapiens e o homem de neandertal conviveram e se cruzaram:

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,homem-de-neandertal-e-homo-sapiens-conviveram-e-deixaram-descendentes-diz-estudo,594146,0.htm

Jeff Pinkner e Joel Wyman falam sobre a 5a. temporada de "Fringe" (cuidado: contém Spoilers):

http://zonafringe.blogspot.com.br/2012/05/detalles-revelados-sobre-la-temporada-5.html



5 comentários:

Danilo Lima disse...

Agora sim...gostei muito do que li,
você explorou ao máximo as possibilidades....

apresentou a possibilidade dos metamorfos...que nos países fora do brasil é a mais corrente...

considerou uma provável hierarquia entre observadores, que eu havia comentado no email, levou em consideração a possibilidade de inner child (possibilidade comentada por mim aqui no blog), e o "ponto" de retorno em nossa linha temporal (comentado por email),... tecnologia mecânica.

A que mais gostei, foi a possibilidade das humanidade. Mesmo sabendo que nada disso é novidade, fico feliz, que tenha contribuído de forma direta ou indireta a esse post marcos, mesmo que você não tenha feito uma referência direta à minha contribuição.

Mas a junção de todos os elementos, ficou perfeita. Abre espaço pra diversas interpretações e gera ainda mais vontade de assistir a 5º temporada.

Até.

Marcos Doniseti disse...

Danilo, quem acompanhou nosso debate aqui no blog com certeza deve ter concluído que essas conclusões que apresentei neste post são, parcialmente, frutos do mesmo.

A partir deste debate que travamos, eu acabei refletindo sobre novos aspectos que pouco chamam a atenção e elaborando novas hipóteses.

Mas é justamente por isso que eu gosto de ficar elaborando teorias e de publicá-las aqui no blog.

Eu penso que isso acaba atraindo pessoas que contribuem, com suas idéias e visões, para enriquecer o debate e ajuda a chamar a atenção para aspectos nos quais não havíamos pensado anteriormente (tanto eu, como os demais debatedores).

Eu desconhecia o fato de que, fora do Brasil, a tese de que os metamorfos teriam dado origem aos Observers fosse a mais aceita.

Com relação à hierarquia entre os Observers, eu já havia feito comentários sobre isso em posts mais antigos, sim, quando disse que o September adotava uma postura de submissão em relação ao December todas as vezes em que se encontravam.

Nosso debate foi muito bom, sim, e espero que continue frequentando o blog e comentando por aqui.

Anônimo disse...

Eu penso que os Observadores não são descendentes de Olivia e Peter... Porque o único que realmente se preocupou com a união do casal foi September. Se eles descendecem deles, eles dariam mais importancia a Peter, coisa que ao longo da história nunca aconteceu. Até quiseram limpar de todas as linhas do tempo esta temporada...

Eu acho que os descendentes de Olivia e Peter são importantes na luta entre Humanos vs Observadores. E Semptember viu que só assim a humanidade conseguira vencer.

É a minha opinião.

Cumprimentos,
Flávio

Anônimo disse...

Na quinta temporada muita coisa foi explicada. Poderia atualizar o post.

Marcos Doniseti disse...

Já escrevi novos textos, a respeito da 5a. temporada, comentando sobre a origem e as características dos vários tipos de Observers, bem como sobre as diferenças existentes entre eles.